Publications

BRANDÃO, Carlos (2019). Interpretations of the underdevelopment in Brazil. In Oxford Research Encyclopedia of Latin American History. Oxford University Press. Co-authored with Hipólita Siqueira. Forthcoming.
nov 2019.

BRANDÃO, Carlos (2018). The multi-scalar articulation of economic development In: FERNANDEZ, V. R. Development in Latin America: critical Discussions from the Periphery. New York: Palgrave/Macmillan.

BRANDÃO, Carlos (2019). Productive and economic changes and territorial reconfiguration in Brazil at the beginning of the 21st century. ANPUR Journal (RBEUR) https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/article/view/5840/pdf_1

MONTEIRO NETO, Aristides; CASTRO, César Nunes;  BRANDÃO, Carlos (Orgs.). (2017). Desenvolvimento Regional no Brasil: políticas, estratégias e perspectivas.  Brasília, IPEA. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos (2017). Espaços da destituição e as políticas urbanas e regionais no Brasil: uma visão panorâmica. Nova Economia, Belo Horizonte, v.26, n.Especial, p. 1097-1132, 2016. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos (2017). Crise e rodadas de neoliberalização: impactos nos espaços metropolitanos e no mundo do trabalho no Brasil. Cadernos Metrópole,  São Paulo ,  v. 19, n. 38, p. 45-69,  abr.  2017. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos (2015). Capitalismo(s) y Región(es) en el singular y en el plural: desafíos para renovar el pensamiento crítico y original latino-americano e intervenir vía planificación regional. CEPAL, Serie Seminarios y Conferencias. Santiago de Chile. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos (2014). Ignácio Rangel: intérprete do Brasil. In: IPEA. Cátedras para o Desenvolvimento: Patronos do Brasil. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos e SIQUEIRA, Hipólita (orgs.). Pacto federativo, integração nacional e desenvolvimento regional. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2013. Acesse Aqui.

BRANDÃO, Carlos. Sobre desenvolvimento, planejamento e desafios para a pactuação multiescalar no federalismo brasileiro. In: MONTEIRO NETO, Aristides (2014). Governos Estaduais no Federalismo Brasileiro. Brasília, IPEA, pág. 213-232. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos, FERNANDEZ, V. R. Lo urbano y el Estado en el marco de la transformación global del capitalismo. America Latina en Movimiento, v.497, p. 7-10, 2014. Acesse Aqui

BRANDÃO, Carlos. Estruturas, Hierarquias e Poderes: Furtado e o retorno à visão global de Prebisch e Perroux. Cadernos do Desenvolvimento, v.10, p. 81-90, 2012. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos. Celso Furtado: subdesenvolvimento, dependência, cultura, inventividade e criatividade. Revista de Economía Politica de la Información y de la Comunicación, Eptic, Vol. XIV, n. 1, Ene – Abr, 2012. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos. Estratégias hegemônicas e estruturas territoriais: o prisma analítico das escalas espaciais. Bahia Análise & Dados, Salvador, v. 21, n. 2, p. 303-313, abr./jun. 2011. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos. A Busca da Utopia do Planejamento Regional. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, n.120, p.11-31, jan./jun. 2011. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos. Desenvolvimento nacional, políticas regionais e o poder de decisão segundo Celso Furtado. Cadernos do Desenvolvimento, v.7, p.101-115, 2010. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos Antônio. Desenvolvimento, territórios e escalas espaciais: levar na devida conta as contribuições da economia política e da geografia crítica para construir a abordagem interdisciplinar. In: RIBEIRO, Maria Teresa F. e MILANI, Carlos R. S. (orgs.) Compreendendo a complexidade socioespacial contemporânea: o território como categoria de diálogo interdisciplinar. Salvador, Editora da UFBA, 2009, p. 150-185. Acesse aqui.

BRANDÃO, Carlos. O compromisso com a (n)ação em Celso Furtado: notas sobre seu sistema teórico-analítico. Economia Ensaios, v.22, p. 29-49, 2008. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos. Teorias, Estratégias e Políticas Regionais e Urbanas Recentes: anotações para uma agenda do desenvolvimento territorializado. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, n.107, p.57-76, jul./dez. 2004. Acesse aqui

BRANDÃO, Carlos (2004). O processo de subdesenvolvimento, as desigualdades espaciais e o “jogo das escala”. SEI – Superintendência de Estudos e Sociais da Bahia. Desigualdades Regionais 2004 Série Estudos e Pesquisas 67 , pp. 9-37. Acesse Aqui

Concursos no Instituto das Cidades da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

O Instituto das Cidades da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que está em implantação no Campus Zona Leste em Itaquera/Carmo, abre, a partir de 10 de julho, as inscrições para os primeiros 11 concursos de docentes. As vagas, com caráter interdisciplinar, são definidas por temas específicos relacionados às diversas dimensões das políticas urbanas.

As áreas disponíveis são as seguintes: Democracia e Direito à Cidade; Direito Urbanístico e Ambiental; Economia Política da Urbanização; Educação, Cultura e Cidade; Mapeamento e Informação em Cidades; Mobilidade Urbana e Uso do Solo; Orçamento Público, Tributação e Financiamento das Cidades; Populações Urbanas e Suas Dinâmicas; Redes de Equipamentos e Projeto de Edifícios Públicos; Reforma Urbana e Política Habitacional; Saneamento Ambiental e Gestão de Riscos Urbanos.

Os editais, contendo a titulação exigida, datas e locais para inscrições e demais informações estão disponíveis aqui.

 

Lançamento Essencial Celso Furtado 9 de setembro – 17 horas

9 de setembro: Celso Furtado e a atualidade do debate do desenvolvimento

LANÇAMENTOS

Livro

E-book

E-book
Essencial Celso Furtado
Penguin
Companhia das Letras
Saúde, cidadania e desenvolvimento
Centro Celso Furtado
E-papers
Celso Furtado e a dimensão cultural do desenvolvimento
Centro Celso Furtado/E-papers

Palestrantes:

Roberto Saturnino Braga
Diretor-Presidente do Centro Internacional Celso Furtado e do Instituto Cultural Casa Grande

Rosa Freire d’Aguiar
Organizadora e apresentadora do livro Essencial Celso Furtado

Carlos Brandão
IPPUR/UFRJ e prefaciador do livro Essencial Celso Furtado

Carlos Lessa
IE/UFRJ

Data: 9 de setembro (segunda-feira), às 17h.
Local: SALÃO PEDRO CALMON
Fórum de Ciência e Cultura / Av. Pasteur, 250, 2º andar / Praia Vermelha

Seminário Internacional “Desafios da Geografia Econômica Mundial: os casos da China e do Brasil”

Seminário Internacional “Desafios da Geografia Econômica Mundial: os
casos da China e do Brasil” – 12 de junho – das 9:30 às 13 horas

UFRJ – Campus Praia Vermelha – Salão Pedro Calmon

Jamie Peck

Professor Jamie Peck

Canada Research Chair in Urban & Regional Political Economy

University of British Columbia – Vancouver – Canada

 

Carlos Aguiar de Medeiros

Prof. Carlos Aguiar de Medeiros

Professor Instituto de Economia da UFRJ